“Só será bom para nós, quando estiver bom para todos"”, Marcelo Loureiro, VP Community Grow

Propósito do Time Comunidades Grow


Nós acreditamos em um modelo de negócio com uma mentalidade inclusiva. Para conviver de forma sustentável, precisamos ter uma atitude responsável nas cidades onde operamos, trazendo impacto positivo para o entorno, valorizando as pessoas e prevenindo a perda de nossos ativos. Entendemos que o pensamento econômico deve abraçar perspectivas sociais e ambientais.
Há alguns anos, um importante artigo foi publicado por Porter & Kramer, no seguinte sentido: “O sistema capitalista está sitiado. Nos últimos anos, a atividade empresarial foi cada vez mais vista como uma das principais causas de problemas sociais, ambientais e econômicos. É generalizada a percepção de que a empresa prospera à custa da comunidade que a cerca. (...) O propósito da empresa deve ser redefinido como o da geração de valor compartilhado, não só o do lucro por si só. Isso alimentará a próxima onda de inovação e crescimento da produtividade na economia global. Também irá redefinir o capitalismo e sua relação com a sociedade. E aprender a gerar valor compartilhado talvez seja a melhor oportunidade a nosso dispor para legitimar de novo a atividade empresarial.”

Sabemos que a desigualdade socioeconômica está presente em todas as cidades onde operamos na América Latina, em diferentes níveis e dimensões. Desde o momento em que iniciamos a operação no Brasil, buscamos oferecer oportunidades para pessoas em situação de exclusão e vulnerabilidade e também promover projetos de inclusão social e engajamento local, tais como ofertas de trabalho, geração de renda complementar, eventos culturais e educativos e parcerias com organizações sem fins lucrativos. Acreditamos que só iremos realmente prosperar se formos social e financeiramente inclusivos. Esse fator é bem relevante para nós que buscamos a diversidade.

Também sabemos que nossa missão não é apenas oferecer empregos para pessoas de baixa renda ou com histórico de vulnerabilidade, mas também viabilizar oportunidades para que eles se desenvolvam dentro da empresa. Dessa forma, a Grow deseja agir como um agente transformador, oferecendo suporte adequado, novas ferramentas e conhecimento, para que possam ter oportunidades no futuro fora da Grow também.

Mobilidade


Opções de mobilidade que ocupam pouco espaço, operados por indivíduos, como bicicletas e patinetes, destacam-se pela procura crescente em áreas urbanas por alternativas convenientes e acessíveis para substituir carros. Violência no trânsito é a principal causa de morte entre jovens de 15-29 anos no mundo todo, resultando em mais de 3.000 mortes em média por dia. Até termos ruas projetadas para todos os tipos de modais que realmente as utilizam: bicicletas, patinetes, ônibus, pedestres e carros, um número elevado de mortes continuará a ser a norma”.

Usuários Grow economizam tempo usando nossos modais para circular na cidade, poluindo menos, com mais conexão com a rede de transporte público e interação com a cidade, deixando o carro em casa e ocupando menos espaço nas ruas. Em nossa visão,  esta proximidade e interação com as ruas e a cidade, de forma geral, tende a estimular mais respeito e empatia pelos outros, como a interação com os pedestres, ciclistas, usuários de cadeira de rodas, bem como valorizando o comércio local. Nossa equipe de comunidades trabalha conectada a outras áreas da empresa, tais como RH, operações, relações governamentais, marketing e relações públicas, para que possamos compartilhar os mesmos valores com diferentes atores que se relacionam com a Grow e estimular um uso consciente de nossos veículos.

Nosso objetivo é aprender com os diferentes atores que existem e interagem nas ruas e acreditamos que sua experiência e conhecimento local contribuem para os nossos esforços para trazer mais consciência coletiva. Tais esforços podem acontecer de muitas maneiras. Um dos principais desafios em áreas que são críticas para a nossa operação são crianças e adolescentes que estão nas ruas e querem usar nossos equipamentos. Até por questões de legislação, sabemos que eles não podem usar os veículos nas ruas como uma opção de transporte, no entanto, não ignoramos seu desejo de testar e desfrutar desta experiência.

Infelizmente, crianças e adolescentes que vivem e estão nas ruas são responsáveis por boa parte da vandalização de nossas patinetes e bicicletas em algumas cidades onde atuamos, e sabemos que isso é consequência de um grande abismo social que grandes cidades na América Latina enfrentam. Acreditamos que a atitude deles é uma consequência e não causa (a causa é desigualdade social, falta de afeto, educação, atenção, oportunidades, ausência do lúdico, dentre outros fatores). Buscamos, assim, oferecer uma experiência com a nossa marca e equipamentos, que possa trazer alegria para esses jovens, promover educação inclusiva e encorajar uma melhor convivência nas ruas das cidades onde operamos. Foi neste contexto que surgiu o programa dos “Rolêzinhos” Grow.

A experiência dos “Rolezinhos”


Rolezinho é um dos principais projetos do time de Comunidades Brasil. É um projeto interativo, de educação e conscientização, no qual disponibilizamos bicicletas e patinetes em escolas e equipamentos públicos ou em eventos em comunidades em situação de vulnerabilidade em áreas críticas para a nossa operação. Nessa oportunidade, aproveitamos para compartilhar nossos valores tais como inclusão, segurança e coexistência.

A micromobilidade está se espalhando por todo o mundo e muitas pessoas não têm acesso e informação a respeito de mobilidade compartilhada. Acreditamos que essa iniciativa educativa pode estimular uma melhor coexistência nas cidades e respeito mútuo nas ruas.

Os objetivos do Rolezinho são: (i) viabilizar uma experiência segura com patinetes e bicicletas compartilhadas em escolas e equipamentos públicos e comunidades em situação de vulnerabilidade; (ii) compartilhar informações sobre conceito de micromobilidade e sobre a Grow; (iii) compartilhar ideias sobre educação e coexistência nas ruas e no trânsito; (iv)  trazer consciência com interação; (v) incentivar oportunidades de voluntariado dentro da Grow, envolvendo funcionários nos eventos.

Entre março e julho de 2019, organizamos mais de vinte e dois rolêzinhos em escolas públicas e comunidades, com mais de dez mil pessoas impactadas, em oito cidades diferentes no Brasil.

Como funciona? O time de comunidades articula com representantes de escolas públicas e lideranças comunitárias eventos que podem fazer parte do programa, de forma a conciliar no calendário. Após a confirmação, o time alinha com operações para levar as bicicletas, patinetes e equipamento de segurança para a escola público ou espaço comunitário, em um ambiente controlado e seguro. O evento dura geralmente três horas e durante o período diferentes atividades educativas podem acontecer, incluindo a experiência com bicicletas e patinetes.

Recomendações. Todos os eventos devem ser acompanhados por promotores Grow previamente treinados para proporcionar uma experiência segura para as crianças e jovens.